AcidenteNotícias

Substância tóxica que vazou de trem em Ohio preocupa moradores nos EUA

O descarrilamento de um trem que transportava materiais tóxicos tem causado preocupação aos moradores de uma zona rural de Ohio, nos Estados Unidos. Cerca de 50 vagões descarrilaram no dia 3 de fevereiro, na cidade da Palestina Oriental — 20 desses vagões transportavam substâncias perigosas.
Além das consequências do acidente, existe também uma preocupação quanto aos efeitos ambientais dos materiais tóxicos que vazaram. O derramamento de cloreto de vinila é o que mais preocupa. Substância é altamente inflamável e cancerígena. Parte do cloreto de vinila pegou fogo e liberou uma enorme coluna de fumaça preta e tóxica no ar.
O acidente obrigou milhares de pessoas a serem retiradas das casas próximas ao local, cerca de 2 mil moradores foram obrigados a evacuar as casas em que vivem para não serem intoxicadas pelos produtos tóxicos liberados no ar.
Para evitar uma explosão, as equipes de emergência fizeram a liberação e queima controlada da substância nos vagões que ficaram intactos, 3 dias após o acidente. Novamente nuvens negras nocivas se espalharam pelo céu no local do descarrilamento.
A Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos Estados Unidos acompanhou o trabalho e declarou durante entrevista coletiva que o impacto ao meio ambiente foi mínimo, mas que seguem monitorando o ar e a água da região.
“Até agora tudo bem. E vamos continuar monitorando até que o fogo acabe”, disse James Justice, da EPA.

Após os eventos, o governo local liberou as famílias a voltarem para suas casas, mas muitas estão com medo de se intoxicarem. Dez dias após o acidente, surgem relatos de animais mortos à medida que o desastre ecológico se desenrola sobre o ocorrido.
Justice disse ainda que uma rede de monitores de estações aéreas dentro e fora da zona de evacuação coletou amostras e nenhuma das leituras encontrou algo para se preocupar. “Queremos ter certeza de que isso não vai mudar”, relata.
Via Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário