FamososNotícias

Em audiência, Tite nega ter levado vantagem em compra de cobertura luxuosa

O técnico Tite deu depoimento em uma audiência no Rio de Janeiro sobre a compra de uma cobertura de R$ 12 milhões na Barra da Tijuca. Uma imobiliária acusa o treinador de levar vantagem de R$ 1,5 milhão ao tirar da jogada o serviço dos corretores. Segundo disse a Ativa Imobiliária à Justiça, Tite descartou a corretagem ao comprar uma cobertura direto do proprietário. Pagou R$ 10,3 milhões, quando deveria ter custado R$ 12 milhões, preço que havia sido informado anteriormente.

“O caso concreto é de uma negociação envolvendo pessoas físicas em paridade econômica, sendo objeto imóvel em um dos mais luxuosos empreendimentos do Rio de Janeiro, operação que resultou em vantagem econômica para os réus (Tite e sua esposa) de aproximadamente R$ 1,5 milhão”, disse a empresa, em petição enviada ao tribunal após a audiência.

Tite e sua mulher, em contrapartida, alegaram que jamais contrataram a empresa, pois tinham contato direto com o dono da cobertura, e dele recebiam instruções diretas sobre a venda do imóvel. Eles anexaram depoimento do então proprietário para corroborarem sua defesa.

Deixe seu comentário